Simpósio Internacional - 2012

 

De 18 a 22 de abril de 2012, sob a organização da Grande Chancelaria dos Grão-Priorados Unidos da Ordem Hospitalária de São Lázaro de Jerusalém, teve lugar em Malta o Primeiro Simpósio Lazarita Internacional.

Apresentamos aqui um pequeno apanhado deste evento único no universo hospitalário Lazarita.

 

 

18/04/2012
Chegada das Delegações e Recepção na sede da Chancelaria da Ordem
As atividades do Primeiro Simpósio Lazarita Internacional começaram com uma recepção que aconteceu na sede da Grande Chancelaria da Ordem em Malta.
Ao longo do dia as diferentes delegações da Ordem foram chegando a Malta e instalando-se em seus hotéis.
À noite o transporte disponibilizado a cada uma das delegações levaria os membros da Ordem a uma recepção na sede da Grande Chancelaria da Ordem, o “Saint Lazarus Building” na cidade de Zebbug.
A sede, completamente renovada devido à ajuda de um importante empresário italiano que é membro da Ordem, conta com uma sala para reuniões e apresentações, além de imagens das diversas cerimônias e delegações da Ordem no mundo todo.
Um coquetel foi servido aos convidados e a oportunidade de finalmente conhecer pessoalmente algumas pessoas e discutir foi maravilhosa.

 

19/04/2012
Apresentações e Discursos
O seminário propriamente dito aconteceu nas salas da “Sacra Infermeria”, antigo hospital dos Cavaleiros da Ordem de Malta que teve sua construção iniciada em 1574. Não poderia haver local mais apropriado para acolher o Primeiro Simpósio Internacional Lazarita do que este local que representa tão bem nossos ideais e valores.

Abertura
Iniciando a parte oficial do Simpósio o Grão Chanceler eleito da Ordem, Chevalier Max Ellul fez uma ligeira apresentação a respeito dos Grão Priorados Unidos, lembrando a presença da ordem em 41 países espalhados pelo mundo, contando com 47 jurisdições da Ordem.
Além disso, o simpósio, como um todo, teria a presença de membros vindos da Alemanha, Áustria, Brasil, Canadá, Chipre, Dinamarca, Escócia, Eslováquia, Estados Unidos, Gozo, Hungria, Inglaterra, Itália, Malta, Portugal, Rússia, Sérvia, Sicilia e Ucrânia.
O simpósio também contaria com representantes de outras Ordens e instituições, nomeadamente:

  • Soberana Ordem de São João de Jerusalém – Ordem de Malta
  • Ordem Militar e Hospitalária de São Lázaro de Jerusalém
  • Ordem de Chipre – Cavaleiros da Espada e do Silêncio
  • Ordem de Jerusalém – Milícia do Espírito Santo
  • Ordo Hungariae
  • Sagrada Ordem Médica dos Cavaleiros da Esperança
  • Lazarus Union – Corpo São Lázaro Internacional
  • SRG – Special Rescue Group St. Lazarus Corps

Em seguida o Supremo Grão Prior dos Grão Priorados Unidos, Chevalier Richard Comyns of Ludston declara aberto o Simpósio e num rápido discurso anuncia que as obras e ações de São Lázaro devem visar ao bem da humanidade como um todo e não apenas determinados grupos ou indivíduos. É a universalização de nossos trabalhos e ações que nos aproximará de nossos ideais e dos valores cavaleirescos que apregoamos.
A seguir começaram as intervenções dos palestrantes, às quais farei breves menções sobre seu conteúdo, atendo-me ao essencial.

Ordem Militar e Hospitalária de São Lázaro de Jerusalém
Como cortesia e sinal de respeito e consideração à Ordem Militar, a primeira intervenção foi do representante oficial de Sua Excelência Jan Count Dobrzensky z Dobrzenicz, Grão Mestre da Ordem Militar e Hospitalária de São Lázaro de Jerusalém, Sua Excelência Professor Dietmar Gert Comte de Lackner.
Ele começa sua intervenção agradecendo o convite em nome do Grão Mestre e da Ordem Militar, em seguida ele comenta sobre a importância do Simpósio e como um evento como este pode levar à manutenção da paz entre as diferentes Ordens e diferentes obediências e levar a um melhor entendimento e compreensão entre todos. Em sua avaliação, este caminho de paz, compreensão e entendimento deve mesmo servir de exemplo à Ordem Militar, para que esta se volte mais a seus objetivos reais.

Grão-Priorados Unidos da Ordem Hospitalária de São Lázaro de Jerusalém
O Grão Chanceler da Ordem tem novamente a palavra e agora intervém avaliando a Ordem e os Grão Priorados Unidos.
Após sua criação em 1995, os Grão Priorados Unidos conseguiram reunir um grupo de delegações e indivíduos que efetivamente exercem as atividades hospitalárias da Ordem Medieval Original, traduzindo estes esforços às necessidades do mundo moderno. Esta dedicação valeu o reconhecimento internacional de nossas ações e propiciou um crescimento jamais visto, contando com aproximadamente 14.000 membros divididos em suas 47 jurisdições espalhadas pelo mundo.
Este crescimento, contudo, trouxe desafios. É essencial que cada Grão Priorado, seguindo o mais completo respeito aos estatutos da Ordem e seus valores e objetivos, mantenha-se independente em seus trabalhos e ações, pois somente o Grão Priorado atuando localmente consegue compreender as verdadeiras necessidades locais e desenvolver projetos para supri-las adequadamente. Além disso, a busca por parcerias e cooperação com entidades e associações que tenham fins e objetivos similares é muito importante.

Special Rescue Group St. Lazarus Corps - SRG
Iniciando as intervenções dos parceiros da Ordem, ocupa o microfone o Comandante Internacional do Special Rescue Group St. Lazarus Corps que apresenta a entidade. Criado em 1991 o Special Rescue Group ou SRG tem como objetivos treinar e preparar os jovens desempregados para um futuro melhor, uma linha de auxílio psicológico, treinamento de primeiros socorros, atividades de resgate e auxílio. O SRG tem presença internacional com representações em Malta, Estados Unidos, Austrália, Brasil, Dinamarca, Alemanha e Reino Unido.

Lazarus Union - CSLI
A intervenção seguinte foi do Presidente e Comandante Internacional do Corpo São Lázaro Internacional. Foi apresentada a missão do CSLI, suas atividades e acreditações e seus objetivos principais: apoio em situação de desastre, cuidados com pessoas com necessidades especiais e outros projetos humanitários.
A presença mundial do CSLI em mais de 60 países foi demonstrada e sua estrutura de comando listada. Foram comentadas as missões internacionais do CSLI no Haiti, Chile, Austrália, Paquistão, Afeganistão, Espanha, Áustria, Itália e Sri Lanka, e abordada a importância do uniforme e da credencial na execução destas missões.
Em seguida foi apresentado o programa de condecorações e reconhecimento do CSLI, bem como sua Cavalaria de Honra, a qual passará oficialmente à proteção do Supremo Grão Prior da Ordem na cerimônia do dia 21 de abril.

Grão Priorado Lazarita Internacional
O Grão Prior do Grão-Priorado Lazarita Internacional em seguida apresenta as funções básicas de seu Grão Priorado. Este Grão-Priorado agrega todos os membros da Ordem que não pertençam a uma jurisdição já instalada, ou seja, que não pertençam a um Grão Priorado “físico”.
Como estes membros na maioria das vezes não são indicados por outros membros e são desconhecidos, o processo de candidatura passa por um processo mais apurado de checagem dos CV’s, das referências e das pessoas. A ideia é de que este Grão Priorado seja um ponto de passagem para que os membros comecem a trabalhar nas ações da Ordem até que tenham conhecimento e números suficientes para a formação de um Grão Priorado.

Seguiram, então as intervenções de representantes de Grão-Priorados da Ordem, especialmente convidados com o intuito de não só demonstrar o trabalho e as ações realizadas, mas também de conscientizar os demais Grão-Priorados em como poderiam ajudar e fornecer suporte. Estas apresentações foram realizadas nesta ordem:

Grão Priorado do Brasil
Nós realizamos uma apresentação sobre nossa estrutura e nossas ações e projetos, com base no mesmo documento apresentado (e depois enviado a todos) em nossa cerimônia de investidura de 3 de março.
A apresentação foi bastante apreciada e o Grão Chanceler interveio lembrando que todas estas ações são bastante significativas, ainda mais considerando que o Grão Priorado do Brasil havia sido oficialmente consagrado há apenas 18 meses. Congratulações efusivas foram enviadas a todos os membros do Grão Priorado do Brasil.

Grão Priorado da Dinamarca
Logo em seguida foi a vez do mais novo (até então) Grão Priorado da Ordem apresentar suas ações e projetos.
Com menos de dois meses de consagração o Grão Priorado da Dinamarca, representado por seu Secretário Geral, Chevalier Per Sorensen, já vem desenvolvendo alguns trabalhos, o mais importante deles consiste em recuperar Revistas e Jornais diretamente doados pelas editoras e distribuir em hospitais e clinicas. O sucesso fulgurante desta iniciativa surpreendeu os membros da audiência, ainda mais porque foram conseguidas em torno de 30.000 exemplares.

Grão Priorado da Hungria
Para mostrar como diferentes Grão Priorados atuam, por escolha própria, de maneira distinta, a próxima intervenção foi do representante do Grão Priorado da Hungria.
Enquanto existem Grão Priorados que decidem por iniciar de imediato os trabalhos hospitalários, humanitários e caritativos, outros decidem começar por reforçar suas equipes. O Grão Priorado da Hungria segue este último caminho, com praticamente o mesmo tempo que o Grão Priorado do Brasil eles já realizaram 6 cerimônias de investidura e contam com mais de 60 membros. Os húngaros buscam focar nas tradições da Ordem e realizam suas cerimônias em locais representativos para o Cristianismo de seu país. Além disso, atuam em consonância com a nobreza local e outras ordens que atuam em seu país.

 

20/04/2012
Apresentações e Discursos
O segundo dia do simpósio focou os traços históricos da Ordem e dos Grão Priorados Unidos, e do futuro que se desenha diante de nós principalmente no que se refere à cooperação.

Abertura do Dia
Ao abrir o dia do simpósio o Supremo Grão Prior da Ordem, Chevalier Richard Comyns of Ludston, relembra que há 17 anos muitos Grão Priorados da Ordem Militar e Hospitalária de São Lázaro de Jerusalém não aguentavam as brigas por mesquinharias, por glória pessoal, por posições e honrarias e o consequente afastamento dos ideais caritativos que deveria ser o objetivo de todos.
Estes Grão-Priorados, tomando uma decisão corajosa e ao mesmo tempo arriscada, decidiram unir-se em uma nova entidade onde a dedicação hospitalária seria sempre o mais importante e onde brigas por orgulho pessoal, posições e honrarias não teriam lugar. Surge os Grão Priorados Unidos.
Hoje, depois de mais de 40 anos de dedicação pessoal à causa Lazarita ele se sente feliz e honrado em ver os frutos de suas ideias se desenvolverem e os trabalhos humanitários florescerem, no verdadeiro espírito da Ordem de São Lázaro medieval.
Ainda existem, contudo, muito mais a ser feito, muita miséria e muitos necessitados a quem podemos ajudar e um dos pontos que pode nos ajudar a fazer ainda mais é incrementar as alianças com entidades, ordens e associações que tenham valores e objetivos similares aos nossos.

A Ordem e as Ordens
A primeira intervenção deste dia foi realizada pelo Grão Chanceler da Ordem. Autor de várias obras sobre a história da Ordem e sério pesquisador do assunto, ele falou brevemente sobre a história da Ordem a fim de trazer e situar no mundo moderno atual os Grão Priorados Unidos e as outras “Ordens”.
Começou falando sobre o uso do termo ORDEM, que em cada cultura e em cada idioma tem um significado ligeiramente distinto. Hoje esta palavra pode designar associações completamente distintas.
Outro ponto importante é a questão da tão falada “legitimidade”. Tomando por um exemplo prático a Ordem de São João (ou seja, a Ordem de Malta), hoje existem no mundo 34 “Ordens” de Malta no mundo dizendo-se legítimas. O uso indiscriminado deste termo e deste conceito – legitimidade – é adaptado às necessidades próprias de cada uma destas 34 “Ordens”, todas encontram algumas justificativas a princípio legítimas e colocam de lado as provas em contrário. Este é justamente o ponto que anula qualquer legitimidade.
Falando mais especificamente da Ordem de São Lázaro:

  • A Ordem de São Lázaro teve sua origem por ordem Papal, tendo aí sua autoridade e proteção;
  • Com o fim da idade média e das cruzadas o conceito ORIGINAL de Ordem perde o sentido, as Ordens não tem mais significado;
  • A Ordem de São João continua suas atividades e tem sua autoridade mantida porque recebe a soberania sobre a ilha de Malta;
  • A Ordem de São Lázaro, não tendo o mesmo destino, sai da autoridade Papal e passa à proteção e à autoridade da Monarquia Francesa;
  • A Comuna de Paris, como efeito direto da Revolução Francesa, abole todas as Ordens Dinásticas;
  • O retorno da monarquia à França e dos soberanos da mesma linhagem real não revive a Ordem, deixando inclusive documentação que afirma que levará a Ordem de São Lázaro à extinção;
  • Neste ponto, segundo os documentos e historiadores, a Ordem de São Lázaro original é extinta;
  • Hoje, como podemos pedir que sejamos levados a sério se não levarmos em consideração estes fatos históricos. Como sermos levados a sério (principalmente em países monárquicos) se os líderes não forem isentos e acima de suspeita. Como sermos levados a sério se inflarmos nossa própria história com interpolações para justificar uma continuidade que além de inexistente é desnecessária;
  • Por esta razão, os Grão Priorados Unidos não apregoam nenhum tipo de interpolação histórica e atêm-se somente nos documentos e fatos;
  • Além disso, todas as Ordens ou obediências de São Lázaro hoje não passam de Organizações Cavalheirescas, registradas como tal. Sendo que algumas ainda são registradas como Cias. Limitadas, ou seja, empresas, e administradas como tal;
  • Nós respeitamos a todas as Ordens e Obediências, e incentivamos seu trabalho hospitalário;
  • Queremos, também, o respeito a nossas atividades e ações, e a tranquilidade para trabalharmos em paz;
  • Pregamos acima de tudo a transparência, por este motivo temos o devido reconhecimento.

Sagrada Ordem Médica dos Cavaleiros da Esperança
Em seguida foi a vez do Grão Mestre da Sagrada Ordem Médica dos Cavaleiros da Esperança de fazer sua intervenção. Ele apresentou a Ordem que lidera e que na cerimônia do dia seguinte passaria a fazer parte dos Grão Priorados Unidos, foi criada oficialmente no Equador, tem suas operações coordenadas dos Estados Unidos.
O objetivo principal da Ordem é o de efetuar missões de saúde em países pobres, levar tratamento médico a locais que não possuam estrutura de saúde adequada. A Ordem forma missionários e os capacita para realizar tratamento médico básico, através do uso de compostos e fármacos simples e de baixo custo, e mantém uma clínica no Equador e já realizou missões também no Senegal, Gana, Nepal e Filipinas.

Soberana Ordem de São João de Jerusalém – Ordem de Malta
Numa intervenção bastante significativa, a próxima apresentação coube ao Grão Mestre da Soberana Ordem de São João de Jerusalém – Ordem de Malta.
Falando sobre a Cavalaria moderna, sua apresentação é resumida a seguir:

  • Por que falar de Ordens de Cavalaria em pleno século XXI ?
  • Porque hoje uma “Ordem de Cavalaria” não é um movimento, não é uma forma de defesa ou de combate. Hoje a “Ordem de Cavalaria” é um conjunto de princípios, de valores, de virtudes.
  • Mesmo que admitamos que existam várias Ordens, denominações ou obediências supostamente “legítimas”, em sua quase totalidade suas ações e seus trabalhos não o são.
  • Nos dias de hoje uma Ordem não deve ser medida pelo seu passado, mas por suas ações no presente.
  • Os verdadeiros títulos de nobreza ou honrarias são aqueles que você fez por merecer e não aqueles que herdou.
  • As ações de uma Ordem moderna devem ser adaptadas à realidade atual:
    • A função Militar das Ordens ancestrais traduz-se nos dias de hoje à função de prover Segurança (não só física, mas em todos os níveis);
    • A função Hospitalária original foca hoje a Ajuda e as Ações Humanitárias;
    • A função Caritativa simples amplia-se atualmente, e foca não só a Caridade, mas também o Apoio ao Desenvolvimento.

Tecnologia e informação
A intervenção seguinte foi do responsável pelo aspecto tecnológico da Ordem, o Grande Tesoureiro do Supremo Grão-Priorado e Grão-Prior Lazarita Internacional.
Em sua breve apresentação ele comentou sobre as evoluções previstas para o ano de 2012 no campo da tecnologia e da informação. Em nossa busca por transparência, a tecnologia nos permite melhorar ainda mais nossa comunicação e a troca de informações. A comunicação entre as diferentes jurisdições da Ordem será melhorada e incentivada. Novas funcionalidades e usos para o site da Ordem e para as redes sociais serão implementadas.

Grande Hospitalário da Ordem
A intervenção final do seminário coube ao Grande Hospitalário da Ordem e Grão Prior de Gozo, Reverendíssimo Monsenhor Joseph Vella Gauci. Padre católico, secretário da Comissão da Conferência dos Bispos da Comunidade Europeia com sede em Bruxelas, na posição de conselheiro responsável pelas Relações Internacionais e Liberdade Religiosa.
Ele fez uma apresentação na qual inicialmente listou uma série de instituições internacionais e europeias (além da própria ONU, do Conselho Europeu e do Programa Alimentar Mundial) com as quais poderíamos iniciar relações, buscar apoio ou nos registrarmos oficialmente. O registro ou a cooperação com estas entidades oficiais seriam muito benéficas para a Ordem e para a ampliação de nossas ações junto a órgãos oficiais, estados e governos.
Em seguida ele abordou a importância da liberdade religiosa e do respeito a esta liberdade, e com detalhes listou as ações que estão sendo feitas em Bruxelas para que esta liberdade seja respeitada. Citou situações e onde o descaso à liberdade religiosa leva à opressão, à intolerância e mesmo a guerras, minorias sendo desrespeitadas, líderes religiosos presos ou simplesmente eliminados. Além disso, lembrou que devemos falar de respeito à liberdade religiosa de todos e não apenas de judeus e muçulmanos em países cristãos. Minorias e comunidades cristãs sofrem abusos em diversas partes do mundo, opressão, assassinatos, desrespeito de todo o tipo, porém estes flagelos e suplícios não tem o mesmo efeito mediático que o ataque a outras confissões religiosas, não recebem o mesmo apoio oficial de Estados, Governos e Órgãos Oficiais para que cessem as hostilidades contra eles.
Devemos todos pregar, praticar e apregoar a liberdade religiosa, mas devemos trabalhar para e exigir que a liberdade e, sobretudo o respeito valha para todos, quaisquer que sejam suas religiões.

 

21/04/2012
Cerimônia Solene de Investidura
O sábado, dia 21 de abril, marcaria o ponto alto do simpósio, a Cerimônia Solene de Investidura da Ordem.
Juntamente com as bandeiras da Ordem, e dos Grão Priorados, os membros da Ordem realizaram uma procissão e passaram em revista ao grupo de membros do SRG e em seguida do grupo de “Escoteiras” de Malta, com mais de 200 escoteiras e escotistas.
Com os convidados já posicionados na Gran Sala da Sacra Infermeria a procissão da Ordem foi, conforme o cerimonial ancestral, aos poucos sendo chamada e solenemente ocupou seus lugares.
À frente de todos, no fundo da sala instalaram-se as bandeiras e ficou montado o altar para a parte religiosa da cerimônia, à direita um grande coral (que nesta mesma cerimônia passaria a ser parte dos Grão Priorados Unidos) já estava em seus assentos e acompanhou entrada da procissão com músicas sacras, os membros do Supremo Grão Priorado e os líderes dos Grão Priorados de Malta e Gozo tomaram assentos à esquerda, de frente para o coral.
O Secretário Geral do Grão Priorado de Malta faz a petição de instalação da investidura, o Supremo Grão Prior da Ordem ascede à petição e declara válida e aberta a cerimônia de investidura.
O Grão Prior de Gozo dá então início à parte religiosa da cerimônia. Após a liturgia prevista,  Monsenhor Joseph Vella Gauci dirige-se ao Grande-Chanceler afirmando que as orações foram feitas e que cerimônia sagrada de investidura pode ter continuidade.
O Grande Chanceler, então, descreve algumas das ações da Ordem e efetua uma parte das doações anuais da Ordem (que deve se aproximar de 7.000€ doados a diferentes associações e uma ambulância doada ao SRG).
As investiduras propriamente ditas têm início com a benção das bandeiras e das insígnias.
Não vou me alongar sobre o cerimonial mas listarei os principais pontos:

  • O CSLI-Lazarus Union e a Sagrada Ordem Médica dos Cavaleiros da Esperança prestaram juramento de aliança e foram acolhidos sob a proteção dos Grão Priorados Unidos;
  • O Grão Priorado da Eslováquia foi oficialmente consagrado;
  • Os novos Grão Priores da Eslováquia e da Áustria foram investidos em suas funções;
  • Após prestar juramento à Ordem foram investidos postulantes nos seguintes graus:
    • 5 postulantes no grau de Membro – MLJ
    • 5 postulantes no grau de Oficial – OLJ
    • 3 postulantes no grau de Comendadores – CLJ
    • 1 postulante no grau de Capelão – ChLJ
    • 5 postulantes no exaltado grau de Cavaleiro ou Dama – KLJ/DLJ
    • 1 postulante no exaltado grau de Cavaleiro Comendador – KCLJ
  • Em seguida procederam-se à promoção de membros:
    • 2 promoções ao grau de Comendador – CLJ
    • 2 promoções ao exaltado grau de Cavaleiro – KLJ
    • 1 promoção ao exaltado grau de Cavaleiro Comendador – KCLJ
  • Seguiram-se então as condecorações de mérito:
    • 24 condecorados como Oficial de Mérito – OMLJ
    • 2 condecorados como Comendadores de Mérito – CMLJ
  • Dois integrantes do Grão Priorado da Ucrânia recebem certificados e condecorações de mérito da Academia Europeia de Negócios, instituição parceira do Supremo Grão Priorado;

O cerimonial final é executado e a procissão de saída se forma.

Almoço Confraternal e Leilão para Caridade
A cerimônia solene de investidura cavalheiresca foi seguida por um almoço confraternal no Phoenicia Hotel.
Em uma suntuosa sala, o cardápio com especialidades maltesas executado com perfeição nos regalou e permitiu que trocássemos com tranquilidade impressões sobre a maravilhosa cerimônia da qual tínhamos participado e discutíssemos outros assuntos.
O Supremo Grão Prior não deixou de nos lembrar de que apesar da maravilhosa refeição que partilhávamos, devíamos ter em mente que muitos não tem nem o que comer e que precisam de cuidados básicos. Lembrou que tínhamos muito trabalho pela frente, mas que estávamos indo em um bom caminho e elogiou particularmente os trabalhos e ações no Brasil.

O Grande Chanceler coordenou um leilão de gravuras e obras que foram doadas por membros da Ordem, além disso a espada que foi utilizada em todas as investiduras do antigo Grão Priorado do Mediterrâneo e dos atuais Grão Priorados de Malta e de Gozo também foi a leilão. O leilão foi um grande sucesso, sendo que a espada foi bastante disputada e foi arrematada pela soma de 1.000€ pelo Chanceler do recém consagrado Grão Priorado da Eslováquia.

 

22/04/2012
No último dia do simpósio, após diferentes reuniões de trabalho onde importantes medidas, ações e projetos foram decididos, aconteceu a última cerimônia oficial do Simpósio, a inauguração de uma placa comemorativa e a plantação de uma árvore em uma praça recém reformada na cidade de Tarxien.
A placa e, sobretudo, a árvore servirão como um símbolo duradouro do sucesso deste primeiro simpósio lazarita internacional.
Após esta pequena cerimônia o prefeito nos levou para conhecer um parque para crianças recentemente inaugurado e nos ofereceu uma pequena seleção de aperitivos tradicionais de Malta.

Ordem de São Lázaro Brasil - www.stlazarusbrasil.org - grandprior@stlazarusbrasil.org